domingo, novembro 04, 2007

A lenda do Eclipse

Houve um tempo em que o Sol e a Lua passavam o tempo todo juntos, namorando. O Sol, mais ativo, passava o dia com sua amada fosse em um piquenique num campo florido, fosse andando a cavalo ou se banhando em uma cachoeira. A lua era mais calma, e com ela o Sol passava noites e mais noites, fosse se aquecendo em frente à uma lareira ou simplesmente contemplando o semblante de sua amada enquanto dormiam abraçados.
Esse casal apaixonado, outrora cegos ao mundo que os cercava, perceberam depois de muitos anos que não havia mais dia nem noite. Que cada um precisaria seguir o seu caminho. E assim, depois de muito choro e ponderação, eles decidiram acabar o namoro. O Sol se incubiu de clarear o dia e a Lua de escurecer a noite. E ficaram distantes um do outro lá no céu. Separados por doze horas. Mas a paixão não deixou de existir, e algumas vezes eles relembram esse amor em segredo.
Portanto da próxima vez que você vir um eclipse, saiba que o maior amor do mundo não vai se acabar.