segunda-feira, dezembro 11, 2006

QUERO

Quero um amor de verdade;
Puro e Santo, o amor de um anjo.
Quero um amor no parque;
De tarde, com gosto de maçã do amor.
Quero um amor pra ver o pôr-do-sol;
Comigo, domingo, tomando sorvete perto do farol.
Quero um amor que goste de mar;
E que goste de amar.
Quero um amor que goste de champanhe e chocolate;
Que goste de amizade, mas que goste também de ficar a sós ouvindo músicas de amor.
Quero um amor com o sorriso mais belo;
Um amor verde e amarelo.
Quero um amor com tatuagem azul;
Que polinize todas as flores que eu lhe presentearei.
Quero um amor com marina;
Onde eu possa atracar meu barco sofredor.
Quero um amor meio louco;
Que não tenha medo de viver ao meu lado.
Quero um amor que seja boa de redação;
Para escrever nossos nomes nas estrelas.
Quero um amor que me ame;
Na verdade queria que você me amasse como eu quero.

quinta-feira, abril 13, 2006

uni-vos

Bom se fosse ao vivo
ao pé do ouvido
te querer
e de magia a gente viver
deitado aqui nesse divã
tanto fala-se no amor
não é assunto novo na capital
mas não foi de agora que ele chegou aos recônditos de minh'alma
Aaah! Tolos prepotentes
Teimam que o sabem usar
Em versos e poesias
Perdem tempo a escrivinhar
Sonetos e parábolas
gramaticar
Esquecem de amar
uni-vos bocas
uni-vos pêlos
uni-vos trouxas
um ni vos
pelo ardor
a perecer de tanto amor

terça-feira, janeiro 03, 2006

Flores digitais .

Mais de uma vez lhe enviei flores digitais. Dessa forma você poderia cloná-las se quisesse, e ter ao final, um jardim virtual. Essas flores não morrem em três dias. Somente quando o sentimento acabar e você deletá-las. Essas flores não precisam de água. Somente as lágrimas da saudade que afloram no canto dos meus olhos. Mas assim como as reais, essas flores precisam de cuidados. Pois uma vez corrompidas, não há mais volta, perdem a beleza que lhe dão vida. Poderia ter enviado flores reais. Mas nenhuma delas tinha o meu perfume.